[Resenha] Uma vez você, uma vez eu .


[RESENHA] uma vez você, uma vez eu:

Livro: Uma vez você, uma vez eu .
Autor: Diego Martello
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 184
Gênero:  Ficção
Editora: Novos Talentos da Literatura brasileira. 
Livro cedido pelo autor.

Classificação: 
 Favoritado!







Sinopse:

Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.

Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.

Sobre o Livro:

O livro desde a primeira página entrega personagens reais (onde muitos leitores podem se identificar) nos fazendo refletir sobre como levamos nossas vidas , sobre o tempo gasto, nos levando a parar e pensar sobre nós mesmos, acolhendo cada leitor muito bem a leitura e nos mostrando de forma clara e objetiva o que o livro quer nos passar e se mantém fiel a essa proposta até o fim. 

O livro tem um bom desenvolvimento, onde se percebe o crescimento de cada personagem e mergulhando na história além de acompanharmos a jornada de auto-conhecimento deles. Podemos nos auto-conhecer com as reflexões impostas de forma leve, porém isso não diminui sua importância que cada uma delas possui.  Gostei bastante das críticas que encontrei no livro, sobre perdermos tempo com coisas pequenas, o fato de valorizarmos mais as pessoas, a si mesmo e outras coisas mais. 

O autor escreve muito bem, sabendo manter a linha de raciocínio e deixando tudo bastante coerente desde o início, os pontos de vistas e a visão de cada personagem está exposto de forma clara. O personagem William é muito bem apresentado pelo escritor, que nos mostra os erros, acertos, raciocínio e reflexão, deixando a história cada vez mais rica.  A leitura sempre está fluindo deixando os capítulos cada vez mais rápidos, os problemas do dia a dia, o desentendimento com o pai, a dificuldade para engravidar de Eva só nos mostram problemas reais, que pode acontecer com qualquer pessoa , deixando a história cada vez mais  palpável. 

A capa está linda, a paleta de cores e a ilustração me remeteu um pouco a beleza unica que já vi em livrinhos de cordel e casou muito  bem com o titulo, a diagramação está boa, a história está bem construída e tenho que citar que achei o livro em si lindo, a história é cativante, é uma obra unica que todos devem ler e ter ele na estante. 


Você encontra o livro super em conta no :      

Você encontra a autora Diego Martello clicando nas redes sociais :      

[Contos do Dragão] três contos incríveis da Draco !


[RESENHA] SOBRE GUERRAS E DEUSES: 


Livro: Sobre guerras e Deuses.
Autor: Eduardo Kasse.
Ano de Lançamento: 2012
Número de Páginas: 24
Gênero: Conto 
Editora: Draco
Classificação: 


Sinopse: 

Houve um tempo em que os homens acreditavam nos deuses e clamavam por vingança contra os invasores. E, naquela noite, um halo vermelho envolveu a Lua e os guerreiros da Britannia ganharam novo ânimo. E a história foi escrita com espadas, lanças, escudos e presas.



Sobre o Conto: 

Em sobre guerras e Deuses somos introduzidos na série Tempos de Sangue e mergulhamos na atmosfera de batalhas, na relação de ódio entre Celtas e soldados Romanos... nos entregando bem as guerras sanguinárias, suas crenças, motivos e personagens bastante interessantes, nos deixando curiosos e querendo ler o que virá a seguir.

O conto nos leva a um campo de batalha desde sua primeira linha, descrevendo sempre muito bem e de forma clara o que o conto vai passar, nos mostra o que uma guerra é e com o seu desenvolver nos mostra o motivo forte de tudo está acontecendo, gostei bastante de como aconteceu o desenrolar e de como o autor nos foi apresentando tudo, da forma como alguns personagens apareceram e apesar de rápidas eram personagens interessantes e que realmente deveriam etá ali, achei fluido e bastante rico o autor incluir a crença Celta nos Deuses, nos mostrando bem seu universo e no que acreditam. 

Este foi o primeiro conto que li do gênero e sua fluides fez as 24 páginas desaparecerem, gostei do cenário que rendeu cenas ótimas, como se um filme estivesse se passando em sua cabeça.  A capa está linda e o titulo expõe bem o que o livro passa, o qual se mantem fiel. 


Você encontra o livro clicando no link abaixo:
Amazon

Você encontra o autor clicando nos links a baixo:
Facebook SkoobSite | Twitter



[RESENHA] música em suas tranças:


Livro: Música em suas tranças - uma história de Athelgard.
Autora: Ana Lúcia Merege.
Ano de Lançamento: 2017
Número de Páginas: 12
Gênero: Conto | Fantasia | Romance
Editora: Draco
Classificação: 


Sinopse: 

Conto de Ana Lúcia Merege para a série Athelgard. Em “O Castelo das Águias”, o que acontece entre Anna e Kieran parece ser amor à primeira vista. No entanto, fazia tempo que o mago ansiava pela chegada da mulher dos seus sonhos. Esta narrativa revela aos leitores o momento em que ele ouviu falar dela pela primeira vez.



Sobre o Conto: 

Música e suas tranças é um conto da série Athelgard, nele a autora nos presenteia com uma história linda, suave e que nos embala de uma forma muito cativante pela sua doçura. Nela temos um mago chamado Kieran que sonhava com a chegada de uma mulher ( o amor de sua vida) e em um jantar  pelo seu mentor ele ouve falar de uma carta mandada por Anna, o que o deixará envolto a seus pensamentos...pois a descrição da jovem e seus rabiscos mostram as mesmas tranças que habitam seus sonhos.

O conto nos embala com a mesma beleza de uma história de ninar, é lindo, leve e te faz querer ler os outros livros da serie e saber mais sobre esse universo rico, onde encontramos magos, elfos, escola de mágica e etc. 

Gostei bastante da escrita da autora e da forma com ela construiu a história e como tudo foi crescendo e nos dando a entender muito bem o seu desenrolar e onde a história quer chegar, as doze páginas me pareceram quatro pois me vi perdida no cenário e toques de descrição da cena...gerando imagens ótimas em minha cabeça sobre o que estava acontecendo. 

É uma história que envolve bem o leitor a serie e me fez procurar e ler os outros contos da autora. 


 
Você encontra o livro clicando no link abaixo:
Amazon

Você encontra o autora clicando nos links a baixo:
Facebook | Twitter | Site 



[RESENHA] Ninguém:

Livro: Ninguém.
Autora: Karen Alvares.
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 15
Gênero: Contos | Ficcção | Horror | Suspense |Terror | Mistério.
Editora: Draco
Classificação: 

Sinopse: 

Autora revelação no gênero de terror e do elogiado thriller Alameda dos Pesadelos

Um jovem hacker passa seus dias à procura de horrores na Deep Web, até que o próprio Horror finalmente o encontra. E as consequências são piores que a morte.



 Sobre o Conto: 

A sinopse do conto descreve muito bem o que o livro vai nos passar e abordar, afinal um jovem hacker que sempre foi fascinado por procurar horrores, psicopatas e suas vitimas sem nome...as pessoas que ele auto intitula como ninguém na web se ver sendo o ninguém da vez em um cenário extremamente aterrorizante e com o autor responsável por muita histórias de mutilações a qual leu. 

A autora nos passa o cenário com uma descrição clara, aterrorizante e passada de uma forma muito bem pesada para os leitores, nos mostrando características muito fortes em sua escrita como a forma incrível que pode nos passar a história de um psicopata frio e a visão aterrorizada de uma vitima que sabe o porque de certa forma acabou parando ali.

O livro nos faz ler roer as unhas, ficamos nervosos e isso só prova o quando a autora fez um bom trabalho e está confortável no gênero, mexendo literalmente com os nervoso no leitor, expondo a crueldade com um toque de lenda urbana. As partes onde o hacker cita as mutilações e experiencias das histórias que ele procura na internet me fez lembrar da matéria de história do colégio onde foi abordado Hitler e  Josef Mengele, o qual era conhecido como "anjo da morte" por suas experiencias cruéis e frias no regime nazista, no campo de Auschwitz .

 
Você encontra o livro clicando no link abaixo:

Você encontra o autora clicando nos links a baixo:
Facebook | Skoob | Site | Twitter 




Você encontra a Editora clicando no link a baixo: 

[Resenha] Olhos de Lázzuli.

[RESENHA] OLHOS DE LÁZZULI: 


Livro: Olhos de Lázzuli.
Autor: Paulo Vitor Vasconcellos
Ano de Lançamento: 2017
Número de Páginas: 228
Gênero: Infanto-juvenil | Fantasia | Ficção | Mistério
Editora: Scortecci
Livro cedido pelo autor.

Classificação: 
 Favoritado!






Sinopse:

Três anos após a morte de seu avô Guido, uma série de acontecimentos misteriosos levam a pequena Lázzuli, de 9 anos, a Sial, um mundo cheio de aventuras e perigos, como o das histórias contadas por ele. O desaparecimento da menina obriga seu pai, Yan , a retornar ao antigo casarão do velho Guido e relembrar histórias de sua infância que fizera questão de esquecer, embarcando em uma jornada pessoal de reencontro com seu passado e mergulhando em uma viagem cheia de surpresas e fortes emoções para trazer sua garotinha de volta.

Sobre o Livro:

Lázzuli é uma garotinha que sempre foi bastante próxima do seu avô Guido e agora após três anos do falecimento do avô, está tendo que lidar com a saudade constante, com seu pai querendo vender a antiga casa de Guido e também com os mistérios que cercam essa família. Yan, seu pai também está vendo sua vida se transformar, mas não sabe bem o porque já que boa parte dos mistérios foram esquecidos por ele conforme foi crescendo e perdendo aquela visão pura e fantasiosa da vida. Então com toda esta trama, muito bem elaborada, temos o desaparecimento de Lázzuli, que está correndo um grande perigo em um mundo onde podemos encontrar: duendes, fadas, ogros, elfos, bruxos e outras criaturas fantásticas. Yan então terá que mergulhar em uma viagem de volta a infância e recordar antigos segredos.

O livro já na primeira página, tem um ar acolhedor e vai nos envolvendo de forma natural. A leitura é muito agradável, flui bem e cada página lida, surge em nós aquela ansiedade misturada com ansiedade de conhecer logo a história e os antigos acontecimentos de acordo com os diálogos. A personagem Lázzuli representa muito bem uma menina pura, gentil, amável e nos cativa tanto que me peguei diversas vezes roendo as unhas conforme a menina trilhava sua jornada.

Encontramos também uma critica no livro que enfatiza muito bem que; uma criança não deve ser nada além de uma criança, que tenha momentos para brincar,  que possa desfrutar da imaginação e ter apoio da família ao invés de se jogar no mundo digital, perdendo o olhar infantil e crescer rápido demais.  O autor tem características muito fortes na escrita nos mostrando bem seu ponto de vista, o que a história propõe e sempre expondo tudo de forma clara e de fácil entendimento, nos deixando com nostalgia e nos fazendo pensar.   É uma história linda, que cativa com cenas emocionantes onde encontramos bastante aventura e magia, retratando sempre a força do amor, o poder da família, a importância de ser criança e a coragem de acreditar no que quiser sem se importar com julgamento dos outros. 

A história é linda, é aquele tipo de livro que mesmo depois de ter lido a um bom tempo, você olhar para a capa e lembra de cada detalhe da história e se sentir satisfeita com tudo entregue. A capa do livro está incrível nos passando bem a personagem Lázzuli e dando cara a personagem. 

Não preciso falar mais nada além de que guardei o livro no coração! Agora pergunto...e você tem coragem de enfrentar o julgamento dos outros pelo que acredita ser possível ou apenas terá a visão de que em meio a adversidade, seu lado infantil deve ficar de lado e ser esquecido? Lhe convido para decidir isso lendo Os olhos de Lázzuli e tirar suas próprias conclusões sobre o livro, como se estivesse tomando uma boa xícara de chá. 

Palavras do autor:

Atualmente, vivemos em um mundo onde as coisas mais simples da vida acabaram perdendo seu valor. Com isso, fechamos os olhos para tudo aquilo que verdadeiramente importa: o amor, a família, a amizade e tudo aquilo que nos faz ser quem realmente somos. Olhos de Lázzuli não é apenas  uma história de ficção e fantasia, mas uma linda mensagem que vai mudar a maneira com que olhamos o mundo e vivemos a vida. Venha se divertir, se emocionar e conhecer Sial, um lugar no qual somente os corações mais puros podem desfrutar. Embarque nessa aventura singela e doce, como as receitas do velho Guido. - Paulo Vitor Vasconcellos.

 
Você encontra o livro clicando no link abaixo:
Loja Virtual Scortecci


Você encontra o autor clicando nos links a baixo:
Facebook SkoobYoutube 

Você encontra a Editora clicando no link a baixo: 
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger