Advertisement

Image Map

[Resenha] Fim? Um Conto Sobre a Vida:




FIM? UM CONTO SOBRE A VIDA :


Livro: Fim? Um Conto Sobre a Vida.
Autora: Thaís Dreveck.
Ano de Lançamento: 2018
Número de Páginas: 08
Gênero: Conto
Editora: Independente .
Amazon.
Classificação: 


Sinopse: 

Sentir-se sozinho com todos a sua volta é um dos sentimentos mais tristes que se tem. Em meio a depressão que ninguém percebe, a solidão que toma conta, o querer acabar com isso. Mas será mesmo esse o fim?


Um conto curto sobre depressão e suicídio.





Sobre o Livro:

O Fim mostra uma personagem que assim como várias pessoas pelo mundo, está travando uma batalha consigo mesma, abordando como o nosso psicológico pode distorcer muito bem as coisas a nossa volta e nos sabotar.  O conto nos consegue expor essa força, toda a dificuldade que é e ao mesmo tempo nos fortalecer durante a leitura, nos mostrando que a personagem não está desistindo e procurou ajuda, deixando nítido que a vida é bem mais do que isso e nos entregando uma leitura que ao final nos deixa um sentimento de perseverança.  


Olhei as grandes e escuras nuvens. Era como eu estava me sentindo. Tempestuosa.

A escrita é bastante simples, clara e tocante. O conto consegue nos jogar em um tema amplo, nas dores de uma personagem, a empatia. Em apenas oito páginas a história nos mostra bem os sentimentos e nos entrega um trabalho completo.
Precisava de uma âncora para me manter fixa a realidade.

Thais Dreveck me surpreende com um conto fluido, bem construído , abordando uma temática que deve ser mais tratada nos livro e a qual se mesclou bem com toda a  história, passando não somente uma leitura que causa um bom entendimento como também nos prende, empolga e cativa.

Apenas o que eu precisava era entender que não estou sozinha neste mundo escuro. A mudança vinha de mim. Eu deveria combater a mim mesma se queria viver.


Outros Títulos da autora:




Você encontra os livros super em conta no :     

Você encontra a autora Thaís Dreveck clicando nas redes sociais :    


 SOBRE A AUTORA:




Thaís Dreveck é uma nascida em 1999, estudante de Publicidade e Propaganda que desde que aprendeu a amar a leitura, a escrita e a fotografia nunca mais parou. Natural da cidade de São Bento do Sul, vive atualmente em Joinville, tem um Instagram literário nomeado @leiturasdeumasonhadora e tem como sonho mudar o mundo com suas palavras, acredita que apenas o conhecimento é o que pode fazer o ser humano evoluir.


18 comentários

  1. Mas gente como assim, 8 páginas e tudo isso?! Tô bem impressionada e curiosa Jacque! Eu gosto muito de contos, mas acho que nunca li um tão curtinho :)

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oii Jacque.
    Eu simplesmente amo quando um autor consegue ser tocante tendo escritas simples. Acho que sempre vai ser mais direto, sem ser simplório.
    Fiquei encantada, e olha que nem sou realmente uma fã de contos.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jacque! Não sou a maior fã de contos, pq geralmente eles não me saciam, eu preciso de mais! Rs.
    Porém, com um tema tão delicado e ao mesmo tempo essencial - afinal o que nós mais fazemos é nos sabotar de forma inconsciente, e isso a longo prazo é absolutamente perigoso. Fiquei curiosa em como a autora conseguiu abordar tudo isso em poucas páginas. Recomendação anotada. Ótima resenha, beijos!

    http://abducaoliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. Confesso que foquei nas 8 páginas. Não lembro de já ter visto um conto tão curto. Não é meu gênero da vida, mas gosto de me aventurar, e um conto curtinho assim é uma ótima opção para quem não tem o costume de ler e quer conhecer mais .

    ResponderExcluir
  5. Ótima sugestão de leitura e fiquei super curiosa pra ler, pois passei por uma fase deprimida e vez ou outra me encontro nessa situação

    ResponderExcluir
  6. Gosto deste tipo de leitura e acho importante que se discorra sobre casos de depressão, afinal, é um problema gravíssimo que atinge muitas pessoas. Vou ler o livro. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  7. Interessante demais o tema, estou doida pra ler

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Conheço a autora das redes sociais e inclusive tenho alguns dos livros dela no meu kindle, que pretendo ler em breve. Adorei o fato de você expor que mesmo com poucas páginas, ela consegue passar muitos sentimentos para seus personagens e consequentemente para o leitor. Quero ler e sentir tudo isso, parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Ótimo texto que apesar de ser bem curtinho porém de extrema relevância e que deveria ser mais abordado para diremir inúmeros tabus sobre o assunto.
    www.robsondemorais.blogspot.com.br


    ResponderExcluir
  10. Gosto quando os temais atuais são abordados nos livros e contos. Fiquei curioso para ler, acho que acrescenta bastante. Obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
  11. Que ótima sua sugestão, fiquei curioso a respeito da obra e com certeza vou procurar mais sobre a autora

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Gosto muito de contos, pois eles conseguem passar a mensagem sem as partes que só enche linguiça, depressão é algo sério, mas quando se começa a falar demais a história cai no melodrama e nem os depressivos conseguem aturar, eu quando estou em crise prefiro livros que falam de tudo menos de depressão.

    ResponderExcluir
  13. Eu gosto de leituras desse tipo, eu lembrei muito da série 13 reasons why, estou vendo atualmente e achei que pode ser parecido a história da série com a do livro.

    ResponderExcluir
  14. Essa temática de suicídio é bem séria. Ainda bem que vem se falando cada vez mais do tema
    Gostei, muito legal!
    Blog ArroJada Mix|Blog Prosa e Texto|Blog Vapor da Cozinha

    ResponderExcluir
  15. É um tema muito importante a ser tratado, o conto parece bem legal.

    ResponderExcluir
  16. Infelizmente a nossa sociedade ainda tem a depressão como um sentimento fútil, mas sabemos que não, acho essencial abordar esse tema, seja na música ou mesmo na literatura. Fiquei muito interessada em ler esse conto.

    ResponderExcluir
  17. olá!
    Adorei conhecer este conto, esses temas são bem delicados, muitas pessoas tratam depressão como frescura, mas a pessoa precisa de ajuda e não de críticas. As vezes um gesto simples, de ouvir e demonstrar que você se importa, salva uma pessoa do suicídio..
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Gosto de textos com essa temática, pois nos fazem refletir do que a vida pode nos oferecer de bom e que não vale a pena passar nosso tempo com pensamentos ruins. A autora mandou bem nesse conto.

    ResponderExcluir

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger