[RESENHA] Playboy Irresistível.

[RESENHA] Playboy irresistível:

Livro: Playboy Irresistível.
Autora: Christina Lauren.
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 355
Editora: Universo dos livros.
Classificação: 










Sinopse: 

Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner? Will ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.


Sobre o livro:

Como vimos na sinopse Hanna é uma jovem  que só pensa nos estudos e acaba recebendo um chega para lá do seu irmão que a incentiva a aproveitar mais a vida e se entrosar melhor com seu amigo will, pois ele pode ajuda-la com isso...o que o irmão de Hanna não sabia era que o amor platônico de infância de sua irmã é o seu amigo Will. Hanna por já conhecer a fama de pegador de Will, já tem em mente que ela para ele não seria nada serio, porem will não esta acostumado com uma mulher tratando ele assim e começa a prestar mais atenção e a mudar por Hanna.

Achei este livro o mais interessante e romântico da serie até agora, o will é um personagem complexo, que já havia sido apresentado antes no livro estranho irresistível como melhor amigo de Max Stella e com ele também ficou bem nítida sua fama de galinha...porém neste livro as autoras conseguiram nos mostrar um Will totalmente diferente do que esperávamos, uma versão surpreendente que nos faz entender melhor e se apegar ao personagem.

Cada livro está melhor que o anterior e por serem um grupo de amigos, esta ligação nos faz reavaliar os livros anteriores e os ver de uma forma melhor, ligando uns aos outros. A Hanna é uma personagem nova mas bem introduzida na história, ela é cativante, sem papas na língua e o fato das outras protagonistas (Chloe e Sara) trazerem ela para próximo do grupo nos deixa a sensação de que já a conhecemos desce o inicio da serie.

O livro é diferente de todos s anteriores pois ele não nos puxa para o mesmo teor de erotismo dos outros e sim para uma pegada mais romance/paixão. A capa tem o mesmo seguimento dos cretinos anteriores o que combinou muito com a serie, a narrativa continua no mesmo nível e bastante satisfatória, nos prendendo a uma leitura agradável. 


Trecho do livro:


Eu não me importava por ter beijado sua irmã doze anos atrás e por seu irmão ser um dos meus amigos mais próximos. Eu não me importava que Hanna fosse sete anos mais nova que eu e, de muitas maneiras, uma garota inocente. Eu não me importava que eu provavelmente fosse estragar tudo, ou que meu passado pudesse incomodá-la. Nós estávamos sozinhos num quarto escuro, e cada centímetro da minha pele parecia zumbir com a necessidade de sentir o toque dela sobre mim.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger