Advertisement

Image Map

[Resenha] Para Sempre (Os Imortais vol.1)

[Resenha] Para Sempre (Os Imortais vol.1) :




Livro: Para Sempre
Autora: Alyson Noël
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 255
Editora: Intrínseca
Classificação: 










Sinopse:

Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.





Sobre o livro:

O livro é narrado em primeira pessoa e observamos o ponto de vista da nossa protagonista Ever Bloom. Uma adolescente tipica americana que ao perder toda a sua família em uma tragedia se ver perdida e acolhida por uma tia. Além de Ever passar por essas grandes mudanças, ela descobre que consegue ver a aura das pessoas, saber sobre suas vidas, ler seus pensamentos e ter contato com o espirito de sua irmã. Com a dor da perda e esse  mundo novo se revelando Ever começa a se achar estranha, a evitar contato com as pessoas e a escutar música alta em seus fones de ouvido tentando evitar ao máximo escutar os pensamentos em sua volta. O que ela não sabia era que existia uma pessoa no mundo que seria imune ao seu dom. Damen aparece misterioso, envolvente e intrigando Ever que busca descobrir mais sobre ele e quem ele realmente é.  

O livro é focado então em Ever, o mistério que cerca Damen e o relacionamento desses personagens. Conforme a história foi se desenrolando achei que se tratava de anjos, depois achei muito parecido com vampiros e apesar de me lembrar crepúsculo até na descrição da vilã, o livro surpreendeu me mostrando uma proposta completamente diferente da qual eu esperava. Sem falar nessa capa linda, achei a capa chamativa, intensa e maravilhosa.

Porém achei a história fraca e apesar da simplicidade achei a escrita um pouco cansativa. O livro é bom, traz algo diferente, mas não dá para exigir muito (tenho vontade de ler a sequencia para observar a evolução da história, dos personagens e as respostas que tem a oferecer).


Frases do Livro:



"Você me aceitou pelo que sou e não pelo que eu queria que fosse. Só queria que fosse feliz".

“Perto dele tenho uma incrível sensação de paz, penso que sou uma pessoa normal outra vez”.

"Desde o acidente eu só me lembro claramente de uma coisa: Eu morri".
 "O perdão cura. Sobretudo quando perdoamos a nós mesmos".


Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger