[Resenha] Todo Dia


[Resenha] Todo Dia :


QUINTA-FEIRA, 31 DE MARÇO DE 2016

Autor: David Levithan
Livro: Todo Dia
Idioma: Português
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 280
Editora: Galera Record
Classificação: ♥♥♥ 














Sinopse:
Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Sobre o livro:
Como foi dito na resenha "A" desde sempre acorda todos os dias em um corpo diferente e não sabe o porquê,mas vivendo tantas vidas ele se pega vivendo a de Justin - um garoto que não trata muito bem a namorada Rihannon. Porém Rihannon tem algo mais que especial,ela é o primeiro e único amor de "A",que apesar de estar em um corpo novo a cada dia,faz o que pode para estar perto dela. 

Cada capitulo do livro é como um diário do protagonista "A" que nos envolve cada vez mais em seus dias e em sua busca por respostas e pelo seu amor. É um livro que te cativa e faz você não querer chegar ao fim. Confesso que chorei, me apaixonei, fiquei aflita e quando o livro chegou ao fim não me contentei querendo urgentemente (para ontem) uma continuação.

O livro é  muito bem escrito, cativante, eletrizante e você não sente a menor vontade de parar de ler. 



Frases do livro:

"Quando você experimenta algo grandioso, o momento persiste em toda a parte para a qual você olha, e quer ocupar todas as palavras que você diz."   
"A bondade tem a ver com quem você é, enquanto a gentileza tem a ver com o modo como quer ser visto."  

"Tenho que me lembrar de que as pessoas normais também sentem isso: o desejo de pegar um único momento e transformá-lo em eternidade."  

"Ela é meu primeiro e único amor. A maioria das pessoas sabe que o primeiro amor não será o único. Mas, para mim, ela é as duas coisas." 


Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger