slide 2

18 de março de 2020

[Resenha] Um Encontro com o Acaso.

um encontro com o acaso :



Livro: Um Encontro com o Acaso.
Autora: Dresa Guerra.
Ano de Lançamento: 2018.
Número de Páginas: 171.
Gênero: Infanto Juvenil | Romance .
Editora: Independente.
Amazon.
Classificação: 







Sinopse:

"Quantos encontros são necessários para mudar uma vida?

Quantos desencontros podem nos levar ao nosso destino?

André está cansado de amores experimentais. Não quer mais procurar, mas também não desistiu de encontrar. Está na fase de deixar acontecer. Focado na carreira e nos estudos, ele supõe ter a vida completa. Até que um encontro muda suas certezas e um desencontro mostra que ele não está tão completo assim...

Mariana é feliz do seu jeito. Gosta da liberdade, de sentir e viver a vida. Tudo que sentiu foi sempre muito passageiro e nunca ligou para isso. Até que um beijo muda todas as suas certezas. Assustada, Mariana força o desencontro, mas parece que, dessa vez, o destino está contra ela.

O que fazer quando o acaso te coloca de frente com tudo que você sempre quis, mas que tem medo de enfrentar?"


Sobre o Livro:

Encontro com o acaso é uma comédia romântica que conduz o livro de forma leva, nos mostrando um encontro de forma inesperada, o desenvolvimento deste amor, as diversidades do dia a dia, assim como suas idas e vindas. O casal combina bastante e mostra aos leitores que o amor pode sim continuar firme e forte, mesmo não acontecendo na hora certa. 


A gente não foi feito para dar certo, mas fomos feitos para ficarmos juntos.

A autora consegui nos encantar e nos divertir com ambas as personalidades e dividir bem a trama entre os dois, nos dando a oportunidade de conhecer ambos os pontos de vistas e o que aconteceu com cada um até chegarem ao ponto crucial.  A protagonista é bem ativa e está longe de ser uma apaixonada bobinha ou que não faça nada para lutar por quem ama, ela não recua e tem ótimas tiradas.  A diversão está em exatamente nas cenas espontâneas onde não sabemos o que esperar. 


Acho que os amores errados que tenho são amores experimentais. Eu experimento mesmo sabendo que vai dar errado, mas para saber como é.

O livro está bem trabalhado e o toque de humor em romances são bem vindos, assim como os acho um bom diferencial a obra.  A diagramação está bem feita, gostei da capa ressaltar o sorvete azul, afinal ele tem um  significado para o casal e seu esbarrão na sorveteria. As características de escrita da autora e sua preocupação em fazer jus a ambos os personagens está visível , além do seu carinho contido na obra. 


Outros Títulos da Autora:



Você encontra o livro super em conta no site :     
Amazon

Você encontra a autora Dresa Guerra clicando nas redes sociais :    
Instagram | Facebook | Skoob | Wattpad
Email: autoradresaguerra@gmail.com

 SOBRE A AUTORA:



Dresa Guerra é mãe de gatos e apaixonada por sorvete, chocolate e pela série Supernatural. A escritora alcançou grande sucesso na Internet por meio das plataformas Wattpad e Amazon. Desde 2016, a autora vendeu centenas de exemplares.

Dresa Guerra também está envolvida em atividades beneficentes. É professora de Inglês em uma ONG há treze anos, além de ser organizadora da União Literária, projeto que realiza ações em prol da promoção da Literatura Nacional e da transformação social. É organizadora do projeto "Abrace um autor nacional".

16 de março de 2020

[Resenha] Perséfone.

Perséfone por [Barroso, Fernanda]

perséfone :



Livro: Perséfone.
Autora: Fernanda Barroso.
Ano de Lançamento: 2020.
Número de Páginas: 39.
Gênero: Fantasia | Romance | Mitologia.
Editora: Sekhmet.
Amazon.
Classificação: 







Sinopse:

O nascimento de um deus era sempre um marco no Monte Olimpo, porém, a história menos contada era a mais importante. Quando a bela Perséfone nasceu, ela chamou a atenção de todos os deuses e trouxe fertilidade aos mortais, pela alegria causada em sua mãe. Sua história, porém, começou a ser conhecida pelos mortais quando o deus dos mortos, Hades, colocou seus olhos pela primeira vez nela. Uma história de amor que foi modificada por deuses e mortais, mas que está pronta para ser desvendada junto a real essência do deus do submundo e sua esposa, Perséfone.



Sobre o Livro:

Perséfone é o livro ideal para quem gosta de um bom romance envolto a mitologia grega, garantindo aos seus leitores a apresentação de uma protagonista que desperta os olhares dos deuses do Olimpo e a inveja de outros. De narrativa clara, direta e bem escrita a autora nos conduz de forma cativante por toda a história. Um livro curtinho, com uma trama regada a escolhas e romance, onde nem se quer percebemos o quão rápido devoramos suas páginas, deixando ao final o desejo por uma continuação e mais deste universo.

O romance arrebatador entre Hades e Perséfone, nos mostra o outro lado do Deus do submundo e que o mesmo não é imune a um sentimento tão forte, assim como também temos um novo olhar de suas interações com Zeus, seu irmão e o Deus mais imponente de todo o Olimpo. 

Toda a obra está de qualidade e bem trabalhada do início ao fim, com uma diagramação bem feita, história envolvente, se mantendo fiel a proposta inicial e com uma capa linda. A autora conseguiu com sua primeira obra, dar um bom primeiro passo, nos mostrando suas características na escrita e nos deixando curiosa para mais trabalhos.



Você encontra o livro super em conta no site :     
Amazon | Sekhmet

Você encontra a autora Fernanda Barroso clicando nas redes sociais :    
 Skoob | Blog | Wattpad


 SOBRE A AUTORA:



Fernanda Santos Barroso, apaixonada por livros desde os 6 anos, quando aprendeu a ler na escola, aprendeu a amar escrever ao entrar no mundo das fanfics, das quais se tornou autora aos 14 anos. Possui um conto, “Conturbado”, publicado pela editora Illuminare, no livro de Antologia “7 Pecados Capitais”. Atualmente é também resenhista em um blog chamado Literaleitura, que a proporciona leitura de todos os tipos, assim como o contato com novos autores da literatura nacional. Apaixonada por romances e livros do gênero sobrenatural e fantástico, além de sempre ter se interessado por história. Ao juntar todas as suas paixões, suas histórias nascem.

19 de fevereiro de 2020

[Resenha] Playlist - Vidas em Singles .

PLAYLIST - VIDAS EM singles :


Livro: Playlist - Vidas em Singles .
Autor: Leandro Schulai.
Número de Páginas: 62.
Gênero: Contos. 
Editora: Andross.
Classificação: 










Sinopse: 

Qual o impacto da música? O quanto ela é importante na sua vida? Você tem uma trilha sonora para seus momentos mais marcantes?

Essa é a proposta do livro Playlist - Vidas em Singles. Com músicas que retratam a atualidade, o livro nos traz histórias alegres, tristes, comoventes e reflexivas que tratam desde temas como suicídio, xenofobia e novas tecnologias ao já cotidiano amor mal resolvido ou uma noitada com amigos. São histórias inspiradas em músicas dos mais diversos estilos, desde o Eletrônico até o Sertanejo raiz. Esta obra busca revolucionar a forma como consumimos literatura nos tempos atuais, unificando duas mídias de entretenimento uma única obra!

As 10 histórias são inspiradas cada uma em uma música distinta. São elas:

Guns & Roses - November Rain
Avicii - Waiting For Love
Taylor Swift - Back To December
Mike Odfield - Nuclear
Capital Inicial - Eu Nunca Disse Adeus
Of Monsters And Men - Love Love Love
Pearl Jam - Last Kiss
Raphsody - Emerald Sword
Linkin Park - Heavy
Chitãozinho & Xororó - Deixei de ser Cowboy por Ela


Sobre o Livro:

Playlist, vidas em Singles trará histórias lindas e emocionantes, inspiradas em músicas as quais marcaram a vida de várias pessoas, variando entre escolhas nacionais e internacionais, essa playlist variada se encaixará perfeitamente com cada enredo, nos encantando com seu trabalho e sua trama.

O autor consegui iniciar o livro de forma crescente , já deixando assinado nas primeiras páginas que o segundo livro consegue ser melhor que o terceiro, com histórias cativantes e que nos deixam ansiosos para a nova playlist e o terceiro livro. As características na sua escrita abordam os variados temas de forma tão natural que temos a sensação de assistir a uma novela ou presenciar uma situação do cotidiano, criando essa ligação linda regada a boa música com o seu publico alvo. As histórias são diferentes umas das outras, mas bem orquestrada e para todos os gostos, permitindo que você ressalte sem dificuldade suas preferencias e agradando a gostos variados. 

Estou amando a sequência de capa, bem feita, criativa e achei super interessante as 4 capas se juntarem, criando um elo e um lindo laços entres as obras. A playlist foi bem escolhida, a diagramação está de qualidade assim como toda a obra, mostra um exemplar bem trabalhado. A Editora e o autor trabalharam bem juntos e acertaram em cheio. 



Outros Títulos do autor:



Você encontra o livro super em conta no site :     

Você encontra a autora Leandro Schulai clicando nas redes sociais :    
 Instagram | Facebook | Skoob | Site 

 SOBRE O AUTOR:



LEANDRO SCHULAI é organizador de coletâneas literárias para a Andross Editora há 6 anos. Publicou a série “O Vale dos Anjos” e vem se dedicando ao projeto “Playlist”, uma série de livros de contos cujas histórias são inspiradas em letras de músicas. Leandro ministra palestras sobre contos e sobre escrita criativa em escolas gratuitamente.


Grupo Andross:
Facebook | Instagram | Youtube | Twitter 
Publique com a Andross

[Resenha] Arlequina em Aves de Rapina.


Arlequina em aves de rapina:



Filme: Arlequina em Aves de Rapina.
Diretor: Cathy Yan.
Ano de Lançamento: 2020.
Duração: 1h 49min .
Gênero: Aventura | Familia .
Elenco: Margot RobbieMary Elizabeth WinsteadJurnee Smollett-Bell.
Classificação: .



Sinopse: 
Arlequina (Margot Robbie), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Cassandra Cain e a policial Renée Montoya (Rosie Perez) formam um grupo inusitado de heroínas. Quando um perigoso criminoso começa a causar destruição em Gotham, as cinco mulheres precisam se unir para defender a cidade.




Sobre o Filme: 



 O filme nos trará Margot Robbie como nossa amada arlequina, que desta vez  está emancipada do coringa e disposta a se reerguer em Gotham. A obra se propõe a nos entregar um filme Girl Power, com uma direção feminina, músicas interpretadas por mulheres e um elenco feminino igualmente poderoso. As cenas de ação são o ponto alto da obra,porém mesmo assim aves de rapina não conquistou a bilheteria esperada e deixou a desejar, fazendo com que seu criador culpasse até os figurinos.  

Para mim o filme infelizmente foi raso e não funcionou, mas causou um bom entretenimento e sigo na torcida para que a DC repare os erros, assim como desejo que mais filmes com as personagens sejam lançados, podendo explorar melhor o talento enorme que elas tem. 



As protagonistas são mulheres buscando independência, mas o filme todo é com foco na Arlequina (por essa razão criticaram o titulo e teve o debate do nome dela ser colocado antes), o que não nos permitiu conhecer ou se cativar pelas outras personagens. Terminei o filme com muita vontade de conhecer melhor as outras e com saudade da Arlequina apresentada no esquadrão suicida. O filme pecou também em criar um marketing em cima de um enredo que não existiu.

O filme é cheio de humor, mas nem toda piada chega a ser boa e esse fator fez o enredo ficar bobo, a impressão que eu tive foi que a Arlequina fugiu de suas inimizades o tempo todo, fez piadas e depois o vilão morreu de forma besta. 

O vilão não é um vilão que meta medo ou que você chegue a entender todo o poder dele em Gotham, justamente por ele aparecer em cenas curtas e geralmente mandando o capanga fazer algo por ele ou dando piti. No final o enredo corre rápido e ele tem um fim mais rápido ainda.

Achei maravilhoso as roupas não serem sensuais e isso deixou o filme mais coerente com a proposta, mas ser um filme com mulheres e dirigido por uma pecou em cenas as quais deveriam passar uma mensagem mais séria...como por exemplo:  uma Arlequina bêbada sendo assediada (o homem claramente ia se aproveitar), mas enquanto era salva fez inúmeras piadinhas bobas, a mensagem infelizmente se desfez em humor, o qual não deveria existir ali.



Sobre Rivalidades: 

A rivalidade é sim um problema e não é algo saudável, assim como não chega a se resumir entre Marvel ou Dc e sim a bilheterias. A culpa não é das empresas em si, mas dos fãs que ultrapassam limites chegando ao ponto de fanatismo com comparações, brigas em redes sociais e boicotes. O filme Sonic está ai para provar, pois infelizmente representou uma ameaça para Aves de Rapina em bilheterias e teve fãs da DC querendo boicotar o filme, insinuando que era uma obra homofóbica e que Jim Carrey era um assediador. 

As pessoas devem ter a mentalidade que não é necessário uma escolha entre o mesmo segmento ou proposta, afinal podemos gostar de ambos. Não precisamos comparar Aves de Rapina com filmes da concorrência para refletir se a proposta da trama foi transmitida com sucesso. Espero que a DC invista no seu tom serio, pois foi isso que fez a trilogia Batman - O Cavaleiro das Trevas se sobressair, assim como Coringa.

12 de fevereiro de 2020

[Resenha] Nem Todos os Príncipes usam Coroa.

nem todos os PRÍNCIPES usam coroa :



Livro: Nem Todos os Príncipes usam Coroa.
Autora: Sil Zafia.
Ano de Lançamento: 2020.
Número de Páginas: 354.
Gênero: Romance.
Editora: Independente.
Amazon.
Classificação: 







Sinopse:

Lucy Peter leva uma vida miserável, acostumada a ser maltratada pelos tios, com quem foi obrigada a morar desde os quatro anos de idade, após uma tragédia.
Tudo muda quando sua tia Esther arranja um novo emprego na fazenda da família Hansson, onde vive Axel, o único rapaz da cidade de Agaton, no sul da Suécia, capaz de chamar sua atenção.
O problema é que nunca trocaram um único olhar e, enquanto o rapaz bonito e inteligente frequenta badaladas festas em que se apresenta como DJ, Lucy vive no lado pobre da cidade, forçada a viver sob os constantes maus-tratos do tio dominador.
Será que Axel poderá salvá-la?
Duas realidades completamente opostas irão se misturar em um romance proibido e inesquecível.


Sobre o Livro:

Sil Zafia escreveu um romance forte e arrebatador com maestria, assim como abordou temáticas extremamente necessárias com uma forma clara, crua e bem inserida na trama. Os protagonistas funcionam bem juntos tanto quanto se expondo individualmente, conseguindo cativar seu público e se tornar um dos melhores casais que já conheci, pelo seu amor sincero.

Axel é um protagonista intenso, que sabe se impor e lutar pelo que realmente lhe importar, sem deixar a opinião de terceiros interferir em seu julgamento. Lucy é uma mocinha meiga, simples e que passa por choques em sua vida, fazendo os leitores receberem suas informações como um soco no estômago, deixando claro que temos que mudar rápido a sociedade e do quanto a mudança é extremamente necessária. Nossa protagonista nos mostra o quanto se sentiu pequena em diversas situações, mas suas camadas nos revelam uma personagem sincera, que sabe enxergar a hora da verdade, não caindo assim em clichês de romance onde a protagonista esconde algo para descobrirmos no final ou simplesmente um segredo acaba separando o casal.

A autora mesclou bem a temática, impactos, reviravoltas com o romance sincero do casal e sua naturalidade. Ambos os personagens possuem brilho, cativam e são realistas, o que é mais um ponto alto da escrita, já que acompanhamos ambos pensando na melhor forma de seguirem juntos, fazendo que tudo funcione bem na trama. O livro está bem trabalhado, com uma capa linda que estendem sua beleza e qualidade até o interior da obra, com uma diagramação bem feita e uma história regada a empatia e amor.

Você encontra o livro super em conta no site :     
Amazon

Você encontra a autora Sil Záfia clicando nas redes sociais :    


 SOBRE A AUTORA:



Sil Zafia mora no interior de São Paulo com o marido e seus dois filhos. Quando não está trabalhando ou assistindo à séries, dedica cada segundo do dia para escrever as mais curiosas histórias.